sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

COMO UM GRÃO DE MILHO




Como um grão de milho


Como um pequeno grão de milho
que em terra fértil caiu,
é assim o meu amor por ti…

Germinou,
deu origem a uma pequena 
e frágil plantinha acarinhada todos os dias
para a defender do ciume,
da duvida 
e das dificuldades próprias
das diferenças que entre nós existem…

A verdade é que com ternura,
carinho,
persistência
e perseverança,
a planta cresceu,
enrobusteceu
e vai dar fruto, 
multiplicando o grão de milho
que lhe deu origem…

E para cumulo do amor entre almas,
calaremos as nossas palavras
falaremos apenas por linguagem gestual 
e com mestria
escreveremos o mais belo poema de amor 
na fusão dos nossos dois corpos…