terça-feira, 16 de agosto de 2016

O POEMA É UMA FOLHA DA NATUREZA


Imagem- Tutt'ART@ di Maria Laterza



O poema é uma folha da natureza


O poema é uma folha da natureza
Que se incorpora nos lençóis 
D’ alma para dar cor e beleza
Ao dia que está a nascer.

O poema é os olhares vários ao mundo
Num só instante 
E dar-lhes vida como quem tem sede de arte.

O poema são ventos, sóis…
Ao leme do coração
Que navegam ao universo.

O poema é o respirar…
O outono nos pulmões repletos de oxigénio
E contagiar 
A humanidade, no inabalável génio.

O poema é rima, verso,
Metáfora… argilosa folha que se voa pelas almas 
Que sabem ler os segredos do coração.

O poema é o rio de palavras
Que se degusta em silabas
Como um singelo cálice de vocação.

O poema é cultura, arte…
A sensibilidade do poeta
Que dá amor à flor violeta.

O poema é um ser, é um todo
Que nasceu para dar luz ao mundo.

© RÓ MAR