quinta-feira, 11 de setembro de 2014

MEU POEMA IMAGINÁRIO


Imagem- net (autor desconhecido)


Meu Poema Imaginário


Era uma Deusa de nome luz
Olhos lindos brilho de luar
Encontrei-a só, e flutuava no mar,
Como era lindo o seu brilhar,
Mas tinha encanto, aquele que nos seduz.

Por algum momento
Me ocorreu um pensamento
Será a Deusa do amor?
Mas não senti sofrimento!
E não há amor sem alguma dor,
Nem sequer um pequeno lamento,

Fiquei a pensar, e ao contemplar
Fez-se luz no meu coração,
E não quis ninguém julgar,
Apenas quis fazer minha oração
Porque estaria aquela Deusa no mar
Sobre as ondas e o brilho do luar.

Joana Rodrigues