quarta-feira, 10 de setembro de 2014

O TERRAÇO DO OUTONO É AZUL (A) MAR!



Imagem - Autumn Effect at Argenteuil - Claude Oscar Monet 



O TERRAÇO DO OUTONO É AZUL (A) MAR!


O terraço do Outono tem portões
Alados, mundo que espreita beleza;
Nuvens singelas que pelo céu beijam 
Acrescem ao mar uma outra natureza, 
Passeiam-se pelos espelhos a pasmar!

A vida, uma longevidade inigualável;
Árvores sobreiam passerelles de oceanos
E pelas pregas salgadas de tantas ondas 
Pisam o céu, (o mar) o azul inatingível,
Irrigam-se as almas de todo o universo!

Tais enseadas, vistas largas de humanos
Que dignificam a vida, flutuando 
Real e concreto atingem o espaço não pensado;
A Imaginação aos meandros da estação 
Germina ventilações que arejam corações!

O terraço do Outono tem uno vento,
Galáxias onde abundam tantas vidas;
Fisiologias mescladas de tons terra e pigmentadas 
A azul celeste desenhando orbitas sem conto,
Tais as causas da poesia que verso!

O terraço do Outono é azul a (mar)!

® RÓ MAR