sexta-feira, 12 de setembro de 2014

NÃO É POETA QUEM QUER



Imagem - net (autor desconhecido)


NÃO É POETA QUEM QUER


Eu só queria
poder escrever um Poema,
que aliviasse esta minha inquietação,
eu só queria libertar numa Palavra,
toda esta dor que me inunda o coração,
este vazio, que preenche a minha alma,
este torpor que me mata a emoção,
mas que fazer se me morrem as palavras
ainda antes de sentir inspiração?

Não é Poeta quem quer,
só é Poeta quem consegue dizer, Não...
só é Poeta quem pode escrever o Amor,
só é Poeta quem mastiga a própria dor,
só é poeta quem tem asas no pensamento, 
que faz do voo, o seu próprio alimento 
e nas palavras sabe usar o sentimento, 
e liberta desta forma o coração.

Mas se o meu peito, 
é menor que o meu tormento, 
e o sentimento uma mera ilusão,

morre a palavra, 
morre o Poeta, 
morre a canção.

Digo-te adeus, 
minha Poesia, meu amor,
talvez um dia tu me peças, por favor,
para voltar a libertar esta paixão...

rosamar