domingo, 7 de setembro de 2014

SUAVE BRISA


Imagem - net (autor desconhecido)


SUAVE BRISA


Uma suave brisa
está chegando
nesta madrugada!
com ela trás
a poesia
é hora de estar
deitada, o sono
não aparece,
acontece, mas
eu não queria,
não vou dormir
sem escrever
as palavras ditas
poesia,
mesmo até
ao amanhecer
tornou-se a minha
anestesia,
hoje vou contrariar
mas essa vontade
não vou fazer
quer deixar~me
o coração a chorar
mas hoje não vai
acontecer
não! Porque não!
Eu não quero,
não quero mais sofrer
pois eu até desespero
com o que possa
aparecer,
mas hoje não!
nada de sofrimento
quero ver o amanhecer
com a suave brisa
do vento.

Joana Rodrigues