domingo, 29 de novembro de 2015

ANTIQUADO




ANTIQUADO


Eu sou um apaixonado à moda antiga 
Que ao meu Amor envia uma flor 
Aquele que com paixão respira
A saudade com muito Amor

Sou o tal romântico apaixonado
Que ainda acredita em contos de fada 
Que na paixão é antiquado
Sonha viver agarrado à sua Amada

Sou do tipo de fazer poemas de Amor 
Que hoje são difíceis de encontrar 
Que a paixão vive com muito ardor 
Por aquela que desejava estar

Apesar de o mundo ter evoluído 
Para conceitos de vida e vaidade
Sou do tipo que por ti tem sentido 
Muito Amor e muita, muita Saudade

Eu sou um apaixonado à moda antiga 
Que ainda chamo a minha Amada 
Minha muito e muito Querida 
Como já quase ninguém diz nada

( QUADRAS DE AMOR I )

Paulo Gomes