sábado, 12 de dezembro de 2015

COMO COLHER A BELEZA...


Imagem - Aimer la Nature (Love the Nature)

Como colher a beleza…


Há gente que sabe ser gente
Aqui ou noutra terra qualquer
Eu o sei e não o tiro da mente
Porque é isso que a gente quer
Há quem se meta pelo olhar
Dessa gente que o sabe ser
Dão azo a que o seu amar
Seja tido no maior prazer
Mas também há os outros
Que se metem com uma certeza
Julgando os outros loucos
Para colher a sua beleza
E eu nesses não acredito
Por muito que digam: boa gente
Eu sei que da minha parte não é bonito
Mas não gosto de quem me mente
Há por aí aldrabões compulsivos
Que se julgam reis e senhores
E há motivos intuitivos
Que não colhem os meus amores
Por isso muito cuidado
Com aqueles que se nos oferecem
Podem com eles passar um mau bocado
Em atitudes que transparecem
Suo a bom suar
Quando assim me acontece
Não descuro o meu olhar
No que, a amizade até se parece
Mas é só o parecer
Porque o resto até faz falta
Nesse olhar não há prazer
Nem nada que faça admirar a malta
Alerto-vos para o efeito
Digo-vos isto com sinceridade
Podem às vezes julgar este mau jeito
Mas nunca julguem esta verdade
Na verdade assim eu vivo
Julgando os outros por mim
Botem pois o vosso sentido
Nas palavras do meu jardim
Palavras que vos são dadas
Do fundo do coração
Em acções que são votadas
E repletas de paixão

Armindo Loureiro