domingo, 4 de outubro de 2015

NA MINHA CASA SÓ ENTRA QUEM EU QUISER


Imagem - Divergent 


NA MINHA CASA SÓ ENTRA QUEM EU QUISER


a minha casa é o meu reino
sou eu quem manda
só entra quem eu quiser
tem um grande corredor...
quando chego ao fim
o telefone desligou...
a minha casa é quem sou...
até tem televisão
para me por a par
do estado da nação...

a minha casa é um castelo
de grossas muralhas
mas com muitas janelas
para poder sair por elas...
de dia o sol entra
de noite a lua brilha
se houver...
mas na minha casa
só entra quem eu quiser...
é nela que choro e rio
pinto a vida
de outras cores
onde descanso
onde dispo o meu corpo de mulher...
e escrevo versos e canto
como ave transviada...
na minha casa cozinho
sonhos, gritos
o que me aprouver...
na minha casa
só entra quem eu quiser...

r.r.- Rosa Ralo