quinta-feira, 1 de setembro de 2016

INSPIRAÇÃO VADIA




“O carisma do poeta”


Minha inspiração vadia
Cirandando em todo o lado
Num arfar de simpatia
Traz-me sempre apaixonado.

Gosto das horas que tenho,
Casadas com a poesia,
Vivo em maré de empenho
Minha inspiração vadia.

Tudo na vida me atrai,
Coisas, pessoas e fado,
E o meu tempo lá s´ esvai
Cirandando em todo o lado.

Há coisas boas e más
E momentos de euforia
Tudo em volta me satisfaz
Num arfar de simpatia.

As pessoas são o que são,
De temperamento marcado,
E a minha eterna emoção
Traz-me sempre apaixonado.

Ser poeta é uma odisseia
Desbravada pelo talento
E é um fado que se norteia
Pela luz do sentimento.

Não sei se há sete vidas
E se em todas há harmonia
Mas há voltas revividas
Nesta inspiração vadia.

A vida me fez de poeta
Nos meandros da aventura
Não sei onde é a meta
Só sei que é vida dura!

Frassino Machado
In AO CORRER DA PENA