quinta-feira, 16 de junho de 2016

O QUE FAÇO POR AQUI...





O que faço por aqui…


Ponho-me aqui a meditar
No que devo ou não escrever
E de tanto meditar
Já perdi o meu prazer
Escrevo em pequenas linhas
Algo que me veio à mente
Nem todas serão palavras minhas
Mas eu nelas fiquei contente
Sorrio-me para o interior
E digo-me algo que é demais
Será que já perdi o amor
Por essas palavras tão banais?
Se calhar foi o que aconteceu
E não vale a pena meditar
O bonito também morreu
É nisso que eu quero acreditar
Paro, fico imóvel por momentos
Na procura do meu saber
E não é que são uns tormentos
E eu nisso não queria crer
É tudo o que de mim resta
Quando o pensamento é assim
Acredito que pode ser uma festa
Mas não é com certeza no meu jardim
É isto que a escrita nos pode dar
Quando com palavras brincamos
No fim há que saber o olhar deitar
E ler tudo o que amamos

Armindo Loureiro