sábado, 12 de julho de 2014

VISÕES DE SOL...


Imagem - Victor Zelik 


Visões de Sol…


Uma pedra alcandorada
No mais alto do teu ser
E tu ali bem descansada
Num degrau… Ai que prazer
Metes nos olhos uma pala
Para o Sol não te ferir
E teu coração não se cala
Nessa beleza vai o sentir
Num dia esplendoroso
O Sol em ti se entranha
Abaixo um rio famoso
De ti ele não se acanha
O que uma pedra nos diz
Num dia a esse igual
É que o amor anda feliz
E nem o Sol nos fará mal
Não faz nem poderia
Porque ele gosta de vós
Nesse olhar tanta alegria
Já que o tempo não é algoz
É para mim um bom momento
Ver-te ali assim sentada
Também já tive o meu tempo
De o olhar na minha amada.

Armindo Loureiro