quinta-feira, 7 de agosto de 2014

BREVE LEITURA...


Imagem - Masaaki Sasamoto


Breve leitura…


Recuperei a tua página
Onde nada estava escrito
E no meio d’alguma amálgama
O que vi era tão bonito

Saltavam palavras aos molhos
Que me diziam algo de ti
Algumas nos seus escolhos
Prometiam mais como o senti

Continuei a procurar ler
Tudo aquilo que não se via
Impregnada do teu ser
Naquela carta o amor vivia

Senti uma ligeira brisa
Num adeus muito breve
A lapiseira foi tão precisa
Numa escrita de tão leve

Despedi-me assim da carta
Despedi-me num breve adeus
Dessa página bastante farta
Em dizeres que eram só teus.

Armindo Loureiro