domingo, 24 de agosto de 2014

EMPRESTO-TE


Imagem - Stan Moeller - OpenArtGroup


EMPRESTO-TE


Devolvo-te o barquinho de papel
e ofereço-te pedaços da minha utopia.
Quero-te por perto dos sonhos que vivo...
versos que constróis durante meus escritos –
acaso ou sorte encontrada ao longo do caminho
abre a senda de lugar único –
templo teu reservado em herança para mim.

Fernando Figueirinhas